SE ESSA RUA
FOSSE MINA...

2/2018

 SE ESSA RUA FOSSE MINA

A exposição SE ESSA RUA FOSSE MINA: Mulheres e Hip-Hop no Distrito Federal, da turma de Museologia e Comunicação 04, do segundo semestre de 2018, apresentou as mulheres do Hip-Hop do Distrito Federal, através dos cinco elementos que compõe o movimento: MCs, Grafite, DJ’s, Streetdance e o Conhecimento, dialogando com suas trajetórias de vida através da arte que produzem, trazendo a tona um debate acerca da desconstrução de estigmas impostos sobre grupos sociais específicos, como as mulheres negras de periferia. Resultado de um trabalho em conjunto, a exposição é composta de depoimentos e acervos pessoais disponibilizados pelas próprias artistas, além de ações educativas com a participação de algumas dessas mulheres que incluem rodas de conversas, oficinas e apresentações (como as batalhas de rima).

A exposição SE ESSA RUA FOSSE MINA tem como objetivo geral dar visibilidade às artistas do Hip-Hop no Distrito Federal, através da luta e resistência expressa na arte que produzem. O objetivo específico é possibilitar um debate acerca do racismo e sexismo vivenciados por essas mulheres no meio artístico e na sociedade da qual fazem parte. Ao trazer esse debate pretendemos fortalecer também a sensação identitária representativa dessas mulheres no meio acadêmico e nas exposições museológicas.

Metodologia:  A exposição temporária foi realizada no espaço da Fau, com recursos limitados, suportes expográficos de baixo custo e foco no imaterial, com apoio de diferentes elementos como: iluminação, cores, sonorização e audiovisuais, criando um espaço inclusivo, capaz de comunicar, acolher e transmitir conhecimento ao público alvo de maneira fluida. O discurso foi realizado com apoio de diversos momentos de interação do público com a exposição, tendo as informações dispostas de acordo com uma linguagem acessível e objetiva que ao mesmo tempo possa provocar os questionamentos necessários à narrativa expográfica, levando o visitante a conhecer mais profundamente a vida e a arte das mulheres no Movimento Hip-Hop. Baseada em princípios ligados às teorias da Museologia Social, trabalhando em conjunto com as agentes sociais representantes do movimento Hip-Hop, a exposição buscou uma transformação de pensamentos e discursos, através da cooperação mútua entre instituição e sociedade, ou grupo social, permitindo a aproximação da equipe curadora com esse grupo.

Resultados: (após a exposição)

Local: Galeria da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo – ICC-Norte

Visitação: 29 de outubro à 14 de novembro de 2018, de segunda à sexta, no horário de 08h às 20h

——————————————————————————————————————————-

Local: Galeria da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo – ICC-Norte

Visitação: Entre 29 de outubro e 14 de novembro de 2018, de segunda à sexta.

Horário:  08h às 20h

Maiores informações em: http://www.museologia.fci.unb.br/se-essa-rua-fosse-mina

                                       https://www.facebook.com/sessaruafossemina

                                       Linha do tempo/Apphttps://www.timetoast.com/timelines/1825465

FICHA TÉCNICA

Presidente da República: Michel Temer 

Ministro da Educação: Rossieli Soares 

Reitora: Profª. Márcia Abrahão Moura 

Vice-Reitor: Prof. Enrique Huelva 

Decano de Ensino e Graduação: Prof. Sérgio Antônio Andrade de Freitas 

Decana de Extensão: Profª. Olgamir Amancia Ferreira 

Diretor da Faculdade de Ciência da Informação: Prof. Renato Tarciso Barbosa de Sousa Coordenação do Curso de Museologia: Profª. Monique Batista Magaldi 

Responsável pela disciplina Museologia e Comunicação III: Prof. Clovis Carvalho Britto Responsável pela disciplina Museologia e Comunicação IV: Profª. Monique Batista Magaldi Carolina Dias (Monitora) 

Curadoria: Estudantes da disciplina de Museologia e Comunicação 4 (2/2018) do Curso de Bacharelado em Museologia 

Identidade Visual: Rogelia Souza e Sílvio Lopes

Documentação, Acervo e Conservação: Bruna Miyazaki, Gustavo Lopes, Joquebede Teles, Rogelia Souza e Yara Belo 

Comunicação e Divulgação: Brenda Santiago, Danilo Morales, Israel Andrade, Júlia Nascimento, Kátila Macedo 

Ações Culturais e Educativas: Dienner Silva, Gabriel Macedo, Kátia Brito, Mateus Menezes e Mônica Abreu 

Expografia: Débora Rita, Filomena Carvalho, Mayara Miranda, Ramoni Monteiro, Renata Diniz 

Projeto Gráfico: Mateus Menezes e Rogelia Souza Artistas Aline Resende, Amanda DW5, Amanda Antunes, Anya Caliandra, Atitude Feminina, Batalha das Gurias, BSBGIRLS, Brixx Furtado, Camilla Siren, Catarina Maltezo, Crew Risofloras, Debrete, DJ Donna, DJ Kashuu, Dona Filmes, Donas da Rima, Eliane Cristina, Júlia Nara, Keila Meireles, Lídia Dallet, Lua Costa, Lua Nzinga, Marina Moraes, Marina Rodrigues, Mariana Mota, Meimei Bastos, Natália Gonçalves, Olívia, Ravena Carmo, Rebeca Realeza, Shaniqua Caliandra, Slam Raiz, Slam O Beco fala, Sexy Jam, Slam Q’brada, Slamina, Vera Veronika e Thamires Flora Agradecimentos: Profª. Andréa Considera Prof. Clovis Carvalho Britto Profª. Monique Batista Magaldi Profª. Rose Miranda Gabriela Maria da Silva, Laura Isone Belo, Sílvio Lopes, Wilmar Costa 

Apoio : Associação dos Amigos do Centro Histórico de Planaltina, Centro Acadêmico de Geografia – Gestão Catena, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de Brasília, Telemont

Visit Us On YoutubeVisit Us On FacebookVisit Us On Twitter